Livros



O saber a gente aprende com os mestres e os livros. 
A sabedoria, se aprende é com a vida e com os humildes. 
Cora Coralina

                                                                  

FILMES? clique AQUI!



Titulo: São Francisco de Assis: Chamado e Resposta

Autor: Frei Dorvalino Francisco Fassini

Ano: 2016

Nunca na história um papa teve a ousadia de escolher o nome de São Francisco para o seu pontificado; nunca um papa teve a ousadia de propor para todos os fiéis e para todos os homens São Francisco de Assis como modelo belo e motivador, guia e inspiração (LS) para a reconstrução da Igreja, da sociedade e da criação. Foi o que vem fazendo nosso Papa Francisco (Cf. Laudato Si).Surge, então, para nós, o primeiro desafio e compromisso: conhecer este nosso guia e orientador. É preciso, acima de tudo que vejamos como São Francisco começou aquela admirável transformação da Igreja e da sociedade de seu tempo! Ou seja, se quisermos responder de modo adequado ao desafio que o papa nos propõe precisamos conhecer como se deu o chamado de Cristo a Francisco e sua resposta. Eis o sentido deste livro de 200 páginas: SÃO FRANCISCO DE ASSIS – CHAMADO E RESPOSTA. No final do livro o leitor encontrará o anexo: GRUPOS DE SÃO FRANCISCO. Segundo Frei Vitório Mazzuco, trata-se de uma proposta profética, inspirada. Nunca na história assistimos à criação de tantas entidades, organizações e grupos como hoje. Grupos dos AAA, grupos de dança, de pesca, de jovens, de balada, de oração, etc., etc. Por que não: GRUPOS DE SÃO FRANCISCO?

                                                  
Título: Eu, Francisco

Autor: Carlo Carreto

Ano: 1997

O autor transforma São Francisco de Assis no biógrafo de si mesmo, usando um recurso literário que se mostrou extremamente eficaz para expressar os sentimentos e o estado de espírito do santo. Um livro jovial que dá às novas gerações uma resposta às exigências de autenticidade e coerência cristã.
                                                  



Título: A Criação

Autor: Edward O. Wilson

Ano: 2008

A Criação é um apelo para que deixemos o embate entre religião e ciência de lado para podermos salvar a vida no planeta, que nunca esteve tão ameaçada.Valendo- se de suas experiências como um dos biólogos mais destacados no cenário mundial, Edward O. Wilson prevê que, até o final do século, pelo menos a metade das espécies de plantas e animais da Terra poderá ter desaparecido, ou estará a caminho da extinção precoce.

PDF
                                                  



Título: Diversidade da Vida

Autor: Edward O. Wilson

Ano: 1994

 – Edward O. Wilson inicia este Diversidade da Vida relatando uma assustadora tempestade noturna que presenciou durante pesquisas na selva amazônica. Impressionado com a violência do fenômeno, ele se põe a refletir sobre o quanto os seres vivos estão sujeitos a turbulência da natureza, que, a cada vez que ocorrem, destroem ou modifica milhares de indivíduos para depois os ver aos poucos renascer ou readaptar-se.

PDF
                                              

Título: O Francisco que está em você: Vida de São Francisco de Assis narrada para o homem de hoje

Autor: Wilson João Sperandio

Ano: 2014

Um livro diferente e original, que questiona, incomoda, sem meias palavras. Não é apenas a biografia de São Francisco de Assis, mas também a descrição do santo que está em cada leitor.

                                                  


Título: Clara, a primeira plantinha de Francisco


Autor: Chiara Augustini Lainati


Ano: 2015

Santa Clara de Assis foi uma das primeiras pessoas a seguir Francisco, logo após a sua conversão. Ao perceber o chamado de Deus, iluminada pelo modelo de renúncia a tudo por amor a Cristo, ela deixa sua família para viver em São Damião, o mosteiro onde teve início a Ordem das Clarissas, em paralelo aos Frades Menores ou Franciscanos. Sua vida, dedicada à oração, à contemplação e ao sacrifício, é apresentada nesta obra, em linguagem simples e acessível, mas fundamentada em documentos históricos e testemunhos de suas companheiras e discípulas. O objetivo é mostrar como seu exemplo continua vivo e atual para pessoas de hoje, pois sua santidade consiste em aderir plenamente à vontade de Deus. Essa é a grande lição que nos deixa Clara de Assis, "a dama pobre" e "primeira plantinha" à qual Francisco ensinou o segredo da felicidade que ninguém poderá jamais arrebatar.

                                                  

Título: O Tao da Física

Autor: Fritjof Capra

Ano: 2000

Este livro analisa as semelhanças notadas recentemente, mas ainda não discutidas em toda a sua profundidade entre os conceitos subjacentes à física moderna e as idéias básicas do misticismo oriental. Com base em gráficos e em fotografias, o autor explica de maneira concisa as teorias da física atômica e subatômica, a teoria da relatividade e a astrofísica, de modo a incluir as mais recentes pesquisas, e relata a visão de um mundo que emerge dessas teorias para as tradições místicas do Hinduísmo, do Budismo, do Taoísmo, do Zen e do I Ching.

                                                  



Título: Diversidade da Vida

Autor: Edward O. Wilson

Ano: 2013

De onde viemos? O que somos? Para onde vamos? Essas perguntas fundamentais são o ponto de partida deste livro. Em busca das respostas, o autor se concentra na complexa vida social atingida por insetos como formigas, abelhas e cupins, e por pouquíssimos mamíferos – entre eles os seres humanos. Em comum, esses organismos têm um pré-requisito essencial à formação de sociedades avançadas: a necessidade de se fixar em um ninho e defendê-lo de inimigos.No caso dos seres humanos, esses ninhos são acampamentos, aldeias, cidades. O que nos permitiu chegar a uma organização social ainda mais complexa é um corpo avantajado com um cérebro grande e desenvolvido, características que possibilitaram ao homem pré-histórico dominar o fogo e se embrenhar por caminhos tecnológicos.
A grande preocupação do pai da sociobiologia neste livro é elucidar os mecanismos evolutivos por trás do surgimento das gigantescas sociedades de formigas e da cultura de nossa espécie. Está aí, para ele, o cerne da natureza humana.
Edward O. Wilson é um mestre em fazer grandes sínteses de ideias. É o que fez quando publicou Sociobiology, em 1975, e é o que volta a fazer agora, quando reúne ciências biológicas e humanas para rever o papel da seleção de parentesco e sustentar a área de pesquisa que ele mesmo liderou. Seja para entender como a seleção natural sobre o desempenho de grupos pode influenciar a evolução social de uma espécie, para discordar ou contribuir nos rumos propostos pelo autor, este livro é leitura essencial. E, quem sabe, esteja na origem de uma linha de pensamento em ascensão.

“A conquista social da Terra é um trabalho imenso, profundo e empolgante.”
– Oliver Sacks

PDF
                                              


Título: O Ponto de Mutação

Autor: Fritjof Capra

Ano: 2004

A dinâmica subjacente aos principais problemas de nosso tempo - o câncer, o crime, a poluição, o poder nuclear, a inflação, a carência de energia - é sempre a mesma. Chegamos a uma época de mudanças dramática e potencialmente perigosa, um ponto de mutação para o planeta como um todo. Estamos precisando de uma nova visão da realidade, que permita que as forças que estão transformando o nosso mundo possam fluir como um movimento positivo de mudança social. Agora Fritjof Capra nos apresenta essa visão, um paradigma holístico de ciência e de espírito.

                                                  

Título: O Futuro da Humanidade

Autor: Augusto Cury

Ano: 2005

Primeiro romance do psiquiatra Augusto Cury, “O Futuro da Humanidade” oferece uma rara oportunidade de repensar a sociedade e o rumo de nossas vidas. Cury nos presenteia com uma saborosa ficção que ilustra os ensinamentos presentes em seus livros e se apóia na sua vasta experiência profissional. Esta obra conta a trajetória de Marco Polo, um jovem estudante de medicina de espírito livre e aventureiro como o do navegador veneziano do século XIII, em quem seu pai se inspirou ao escolher seu nome.
Ao entrar na faculdade cheio de sonhos e expectativas, Marco Polo se vê diante de uma realidade dura e fria: a falta de respeito e sensibilidade dos professores em relação aos pacientes com transtornos psíquicos, que são marginalizados e tratados como se não tivessem identidade. Indignado, o jovem desafia profissionais de renome internacional para provar que os pacientes com problemas psiquiátricos merecem mais atenção, respeito e dedicação – e menos remédios. Acreditando na força do diálogo e da psicologia, ele acaba causando uma verdadeira revolução nas mentes e nos corações das pessoas com quem convive.

                                                  


Título: O Vendedor de Sonhos - o chamado

Autor: Augusto Cury

Ano: 2011

Um homem desconhecido tenta salvar da morte um suicida. Ninguém sabe sua origem, seu nome sua história. Proclama aos quatro ventos que a sociedades modernas se converteram num hospício Global. Com uma eloqüência cativante, começa a chamar seguidores para vender sonhos. Ao mesmo tempo em que arrebata as pessoas e as liberta do cárcere da rotina, arruma muitos inimigos. Será ele um sábio ou um louco? Este é uma romance que nos fará rir chorar e pensar muito.

                                                  


Título: Pertencendo ao Universo

Autor: Fritjof Capra

Ano: 2003

Nesta obra, Capra e David SteindlRast, monge beneditino comparado por muitos a Thomas Merton, investigam os paralelismos entre o pensamento do 'novo paradigma' na ciência e na religião, que, juntas, oferecem uma visão notavelmente compatível do universo - um modelo holístico e profundo baseado numa percepção da complexa natureza da verdade e do mito da objetividade. Estes diálogos cheios de vigor e de vida projetam novas luzes sobre as surpreendentes e inéditas conexões entre a ciência e a experiência de Deus. Como peritos reconhecidos em seus campos - Capra em física teórica e em teoria sistêmica, e Steindl-Rast em espiritualidade contemporânea e em ecumenismo ambos se deslocaram para alem de suas especializações, em direção a uma criativa busca de significados, num nível ao mesmo tempo interdisciplinar e de cruzamento cultural. O resultado é este livro admirável no qual eles descobrem uma compatibilidade profunda nas fronteiras do pensamento científico e da experiência religiosa, onde as descobertas da ciência e a sabedoria da espiritualidade produzem introvisões paralelas a respeito da natureza ultima da realidade.

                                                  

Título: Sabedoria Incomum

Autor: Fritjof Capra

Ano: 1995

Em 'Sabedoria Incomum', Capra registra sua própria odisséia intelectual e a revolução de uma nova consciência através de discussões vivas com muitas das mentes mais influentes deste século. Aqui estão Werner Heisenberg R.D.Laing, Gregory Basteson, Geoffrey Che, Hazel Henderson, Alan Watts, Krishnamurti, Indira Gandhi, e outros lideres dinâmicos de áreas tão diversas quanto terapia familiar, psiquiatria, futurologia, medicina, antropologia e oncologia. Todos se expressam através da posição de destaque conquistada graças ao que realizam em suas respectivas áreas, fornecendo perspectivas, multidisciplinares fascinantes, demonstrando o estado atual da consciência humana e definido um caminho para o progresso futuro.


                                                  

Título: A Teia da Vida

Autor: Fritjof Capra

Ano: 1997

Neste livro Capra propicia uma síntese de descobertas científicas recentes como a teoria da compelxidade, a teoria Gaia, a teoria do caos e outras explicações das propriedades de organismos, sistemas sociais e ecossistemas. As descobertas surpreendentes de Capra confrontam os paradigmas mecanicistas e darwinistas aceitos e proporcionam uma extraordinária nova base para políticas ecológicas que nos permitam construir e sustentar comunidades sem colocar em risco as oportunidades para futuras gerações. Baseado em dez anos de pesquisas e discussões com cientistas de vanguarda em todo o mundo, 'A teia da vida' apresenta novas e estimulantes perspectivas sobre a natureza da vida e abre caminho para a autêntica interdisciplinaridade.

                                                  

Título: As Conexões Ocultas: Ciência para uma Vida Sustentável

Autor: Fritjof Capra

Ano: 2002

As últimas descobertas científicas mostram que todas as formas de vida - desde as células mais primitivas até as sociedades humanas, suas empresas e Estados nacionais, até mesmo sua economia global - organizam-se segundo o mesmo padrão e os mesmos princípios básicos - o padrão em rede. Neste livro, Fritjof Capra desenvolveu uma compreensão sistêmica e unificada que integra as dimensões biológica, cognitiva e social da vida e demonstra que a vida, em todos os seus níveis, é interligada por redes complexas.
                                                  


Título: Amoris Laetitia - Sobre o amor na família - Exortação apostólica pós-sinodal do Papa Francisco

Autor: Papa Francisco

Ano: 2016

A alegria do amor que se vive nas famílias é também o júbilo da Igreja. Apesar dos numerosos sinais de crise no matrimônio - como foi observado pelos Padres sinodais -, "o desejo de família permanece vivo, especialmente entre os jovens, e isso incentiva a Igreja". Como resposta a esse anseio, "o anúncio cristão sobre a família é verdadeiramente uma boa notícia".

                                                  


Título: Carta Encíclica do Sumo Pontífice Francisco Laudato Si’ Louvado seja
Sobre o cuidado da casa comum

Autor: Papa Francisco

Ano: 2015

Com a Encíclica LAUDATO SI', o Papa Francisco convida-nos a refletir sobre o meio ambiente, e a pensar em tantos males provocados contra a mãe Terra. O Sumo Pontífice busca dialogar com a humanidade sobre a nossa "casa comum", o Planeta Terra.

                                                  


Título: Aparecida

Autor: Rodrigo Alvarez

Ano: 2014

'Aparecida', a biografia da santa que perdeu a cabeça, ficou negra, foi roubada, cobiçada pelos políticos e conquistou o Brasil. Fruto de pesquisas realizadas no Brasil e no exterior pelo jornalista Rodrigo Alvarez traz três séculos de história sobre a padroeira do país. Narra, por exemplo, a noite em 1978 em que um homem atormentado invadiu a basílica de Nossa Senhora Aparecida e destruiu a imagem da santa - atentado que se desdobrou em uma sequência de acontecimentos cheios de mistérios, como numa trama cinematográfica. Este é apenas um dos eventos que cercam 'Aparecida' e, à medida que se desenrolam, vão se confundindo com a própria História do país. Ilustrada, a obra descreve personagens curiosos - o padre que tirava a santa do altar às escondidas; o governador que cortava cabeças; a restauradora irritada; o frei que enfrentava corruptos. E também revive personalidades marcantes, como a princesa Isabel, que lhe deu a coroa; o general Médici, que financiou uma peregrinação pelo país da ditadura; e os três últimos papas, João Paulo II, Bento XVI e Francisco, que fizeram questão de beijá-la.
                                                  

Título: Maria

Autor: Rodrigo Alvarez

Ano: 2015

A Virgem, a Nossa Senhora, a Mãe de Deus. Todos sabemos quem é Maria, mas qual a sua história? Pouco é dito sobre ela nos evangelhos e nos relatos bíblicos sobre os primeiros dias do cristianismo. No entanto, a história nos revela que Maria sofreu acusações duras, foi vítima de ataques furiosos e, sem saber, motivou embates entre religiosos e até imperadores. Nesta biografia o autor nos apresenta diversas faces daquela que se tornou uma das figuras femininas mais importantes de todos os tempos.

                                                  

Título: Em Busca de Francisco

Autor: Ian Morgan Cron

Ano: 2014

Chase Falson é um pastor evangélico da Nova Inglaterra que perdeu a fé em Deus, na Bíblia e na sua igreja. Atormentado por dúvidas existenciais, ele fica ainda mais abalado com a morte repentina de uma criança da sua congregação e começa a pôr em xeque todas as certezas que antes eram os alicerces de sua vida. Seus questionamentos o fazem mergulhar em uma profunda crise espiritual e, depois de ter um colapso em pleno culto, acaba sendo afastado de seu ministério. Decepcionado consigo mesmo por não ter se mantido firme em sua crença, Chase decide passar um tempo na Itália com seu tio Kenny, um padre franciscano. Lá ele é apresentado aos ensinamentos de São Francisco de Assis, que viveu há mais de 800 anos e cuja maneira simples de amar Jesus mudou a história do mundo e renovou a Igreja Católica em meio às trevas da Idade Média. Considerado por muitos o "último cristão", São Francisco foi um homem que nasceu em uma família rica, mas abriu mão de tudo o que tinha para viver como pregava Jesus Cristo, dedicando-se aos menos afortunados e amando todas as criaturas, chamando-as de irmãos. Santo inconformista, ele não criticou a Igreja como instituição, mas também não aceitou mantê-la como ela sempre fora. Em vez disso, colocou em prática todas as mudanças que queria ver à sua volta. Na tentativa de recuperar sua fé e preencher o vazio da alma, Chase concorda em partir em peregrinação pelos lugares sagrados em que Deus se revelou ao venerado santo italiano. Ao longo dessa busca, ele conhece diversas pessoas que vivenciaram incríveis experiências de fé. As histórias emocionantes que elas lhe contam iluminam seu caminho para reconquistar a graça, a humildade e a alegria de viver.
                                                  

Título: Experimentar Deus

Autor: Leonardo Boff

Ano: 2002

O interesse de Leonardo Boff, através deste livro, reside em criar espaço para que cada um possa fazer sua própria experiência de Deus. O autor diz que para que se possa encontrar um Deus vivo e verdadeiro e entregar o coração, é necessário negar aquele Deus construído pelo imaginário religioso e aprisionado nas malhas das doutrinas. Experimentar Deus não é pensar sobre Deus, mas sentir Deus com a totalidade de nosso ser.

                                                  

Título: Tempo de Esperas: O itinerário de um florescer humano

Ano: 2011

Autor: Padre Fábio de Mello

Esta obra apresenta dois personagens, Abner e Alfredo. De um lado, um velho professor que resolveu refugiar-se numa vida simples, abandonando todas as glórias da vida acadêmica; E de outro, um jovem estudante de Filosofia, cujo sonho é alcançar o que professor resolveu abandonar. Num contexto de desilusões e esperanças, estes dois homens estabelecem uma instigante troca de correspondências. Através de confissões eles descobrem que muito mais que estarem em lados opostos do desejo, como se fossem o passado e o futuro de uma mesma existência, eles estão diante de um desafio humano - compreender o tempo das esperas. Entre discussões sobre filosofia, amor, amizade e felicidade, Alfredo e Abner trilham juntos o caminho para o entendimento da condição humana e da busca da felicidade.

                                                  

Título: Papa Francisco: Vida e Revolução

Autor: Elisabetta Piqué

Ano: 2014

O homem que chegou a Roma vindo do outro lado do planeta para dar andamento a uma mudança de alcance inimaginável. 
A partir da sua grande proximidade com o Papa Francisco, a quem conhece há mais de uma década, Elisabetta Piqué, descreve o percurso dele até chegar a líder máximo da Igreja Católica ? com detalhes inéditos sobre o conclave - e as reformas que impulsa. Com uma prosa ágil, testemunhos e documentação de primeira mão, ao lado de opiniões de representantes laicos e eclesiásticos, construiu com um retrato completo que abarca o presente, o passado e o futuro de alguém que uma vez chamou-se Jorge Bergoglio. Um pastor que escolheu um nome que por si só constitui um programa, procurando recuperar os valores essenciais do Evangelho: estar do lado de quem mais precisa, combater com firmeza os males próprios e alheios, dialogar com todos ? inclusive com as outras religiões e com os não-crentes ?, promover a paz e adaptar a Igreja às novas exigências do século XXI.
Baseado numa rigorosa investigação, o livro expõe um homem de extraordinária humanidade, afável, embora firme nas suas convicções, que, ao contrário do que afirmam os seus adversários, soube arriscar a vida para ajudar vítimas da ditadura militar na Argentina, alguém que tem um formidável senso de humor e que se sabe mover como poucos nos ambientes de poder.
                                                  


Título: O Amor Não é Amado

Autor: José Germano Fuck

Ano: 2012

Ao bom estilo franciscano, os textos foram escritos numa linguagem simples, porém oportunos e profundos em sus conteúdos. Por si próprios, conduzem ao leitor à oração e à reflexão; são um convite à conversão. Refletir cada texto é participar da experiência de fé do autor, discípulo de Jesus Cristo na vivência do carisma franciscano; é gritar ao mundo hoje que "O Amor não é amado!"
O livro é uma compilação de textos do autor escritos para revista Cotovia e para programas de rádio.

                                                  


Título: Gruta de Nossa Senhora de Angelina: Uma História de Milagres

Autor: José Germano Fuck

Ano: 2016

O livro apresenta um histórico da fundação da Gruta Nossa Senhora de Lourdes em Angelina, Estado de Santa Catarina: sua idealização, construção, milagres, devoção, enfim um pouco da história da linda Gruta dedicada à Maria, mãe de Jesus, da qual emanam graças por muitos alcançadas.
                                                  


Título: Quem me roubou de mim?

Ano: 2013

Autor: Padre Fábio de Mello

'Em Quem me roubou de mim?' Padre Fábio de Melo aborda uma violência sutil que aflige muitas pessoas - o sequestro da subjetividade. Essa expressão refere-se à privação que sofremos de nós mesmos quando estabelecemos com alguém, nas palavras do próprio autor, 'um vínculo que mina nossa capacidade de ser quem somos, de pensar por nós mesmos, de exercer nossa autonomia, de tomar decisões e exercer nossa liberdade de escolha'. Uma vez sequestrados, perdemos a capacidade de sonhar, ficamos impossibilitados de viver as realizações para as quais fomos feitos e não temos com quem reclamar. Precisamos, portanto, estar sempre atentos para que isso não nos aconteça pois, como escreve padre Fábio - 'Nenhuma relação humana está privada de se transformar em roubo, perda de identidade, ainda que as pessoas nos pareçam bem-intencionadas. Um só descuido e as relações podem evoluir para essa violência silenciosa. Basta que as pessoas se percam de seus referenciais, [...] que confundam o amor com posse, que abram mão de suas identidades, e que se ausentem de si mesmas'.

                                                  

Título: É Sagrado Viver

Ano: 2012

Autor: Padre Fábio de Mello

Nesta obra, Pe. Fábio de Melo procura mostrar a vida e seus desdobramentos mais significativos. Coisas pequenas, que aos olhos racionais podem parecer banais. O cotidiano como lugar de revelação - retratos e confissões de um coração humano que se esmera por transpor a superficialidade dos dias.
                                                  


Título: Manual dos Jovens Estressados, mas muito inteligentes

Ano: 2012

Autor: Augusto Cury

O livro não quer ensinar aquilo que nenhum jovem sabe, não quer falar de assuntos tabus, como sexo ou drogas, mas sim bater um papo franco e aberto com o leitor sobre o que pensa, sobre seus medos, seus sonhos. O que está neste livro, é o dia a dia do jovem, aquelas situações pelas quais todos nós, ou pelo menos algum dos nosso amigos já passaram alguma vez na vida.


                                                  


Título: Conversa sobre a fé e a ciência

Ano: 2011

Autor: Frei Betto

Assim que o homem começou a reflexão sobre a sua existência, uma questão milenar e sem resposta definitiva surgiu – quem tem a resposta sobre o início da vida e o seu sentido, a fé ou a ciência? Dois pensadores brasileiros se debruçam sobre essa pergunta e suas questões decorrentes num diálogo que procura provar ao leitor que a razão está em manter a razão.


                                                  

Título: O Mestre da Vida

Ano: 2016

Autor: Augusto Cury

Este é o 3º livro da Coleção “Análise da Inteligência de Cristo”.É um livro que tocará as profundezas de nosso ser. Jesus Cristo nos deixou lições de vida não apenas quando estava livre, mas também quando viveu o mais dramático julgamento da história. Ele nos ensinou a viver até mesmo ao passar pelo topo da dor física e psicológica. Neste livro analisa-se detalhadamente a prisão,o julgamento e a condenação do Mestre da Vida.

físico e pdf

Outros Volumes:

Vol 1. O Mestre dos Mestres pdf
Vol 2. O Mestre da Sensibilidade pdf
Vol 4. O Mestre do Amor pdf
Vol 5. O Mestre Inesquecível pdf
                                                  

Título: Ágape

Ano: 2010

Autor: Padre Marcelo Rossi

Em seu livro Ágape, com prefácio de Gabriel Chalita, o sacerdote católico tece suas reflexões sobre passagens do Evangelho de são João e convida o leitor a enveredar por inspiradas orações. Os dicionários definem a palavra “ágape” como a refeição promovida pelos primitivos cristãos a fim de celebrar o rito eucarístico. O rito confraternizava ricos e pobres em torno de ideais como amizade, caridade, amor. Em ÁGAPE, livro lançado pela Editora Globo, padre Marcelo Rossi retoma e amplia o sentido original do conceito: “Ágape é uma palavra de origem grega que significa o amor divino. O amor de Deus pelos seus filhos. E ainda o amor que as pessoas sentem umas pelas outras inspiradas nesse amor divino”, assinala no texto de introdução do volume. Com sua abordagem de comunicação moderna, original e leve, padre Marcelo leva conforto espiritual e ensinamentos da Igreja Católica para milhões de brasileiros por meio de programas de rádio e TV. O estilo claro, direto e sereno que o transformou em fenômeno midiático está impregnado, agora, em ÁGAPE, obra literária em que o autor apresenta trechos selecionados do Evangelho de são João e os reinterpreta à luz do significado do amor divino no mundo contemporâneo. Madre Teresa de Calcutá e Zilda Arns são alguns exemplos evocados pelo sacerdote para ilustrar as manifestações do ágape, seja pela via da caridade, seja na forma do amor ao próximo, sem exigências nem cobranças. O amor ágape, salienta o autor, não é contemplativo nem se encerra no indivíduo, mas exige ação pessoal e ação interpessoal. Mais do que se apresentar como estudo teológico sobre os escritos narrados pelo apóstolo, o livro tem explícita intenção oracional. Nesse sentido, trata-se de um diálogo entre o autor, na condição de padre, e seus filhos em busca da boa palavra. Cada capítulo do volume se encerra com uma oração envolvendo os temas ali examinados pelo autor, como a convidar os leitores para um momento de introspecção e de acolhimento das mensagens de Jesus segundo são João. A escolha do Evangelho de são João entre tantas outras possibilidades dentro da Bíblia é justificada por padre Marcelo pela beleza da estrutura literária e pela impressionante delicadeza com que são descritos os momentos da vida de Jesus – como se o apóstolo não se contentasse em apenas narrar os fatos, mas quisesse nos trazer para dentro da situação descrita. Compartilhar a beleza das narrações do evangelista com os leitores é outro dos objetivos declarados do autor, que busca, com ÁGAPE, incentivar cada vez mais a leitura da Palavra de Deus. No prefácio escrito para a obra, Gabriel Chalita acrescenta: “O convite que padre Marcelo nos faz com este livro é exatamente este, que sejamos bons! Que a leitura de trechos da vida de Jesus nos ajude a compreender melhor esse Homem extraordinário que foi capaz de superar a lei e apresentar a razão da própria lei: a pessoa humana. Jesus surpreendeu e surpreende. Seu olhar apaixonante nos impulsiona a desacreditar de teses que nos apresentam um mundo mesquinho, materialista, egoico.”

físico e pdf

                                                                                         
           

Título: Philia

Ano: 2016

Autor: Padre Marcelo Rossi

Philia – Após o sucesso de Ágape e Kairós, com mais de 12 milhões de exemplares vendidos, Philia é baseado na experiência pessoal do Padre para derrotar a depressão, destacando a importância do amor fraterno para superar males contemporâneos.
Philia é o amor dos pais por seus filhos, o amor entre irmãos, entre amigos. São 14 capítulos que buscam curar os males da alma: depressão,ansiedade, tristeza, pessimismo, medo, remorso, vício, desemprego,maledicência, inveja, ciúme, ira, ingratidão e autoimagem.
Padre Marcelo trata as questões de forma simples e direta, com exemplos práticos e orações, apresentando caminhos de esperança e superação através do amor fraternal.


                                                  

Título: O Médico da Humanidade e a Cura da Corrupção

Ano: 2016

Autor: Augusto Cury

A humanidade, em particular o Brasil, está em chamas devido à corrupção. Mas como ela se instala na mente humana? Todo ser humano tem vampiros mentais capazes de asfixiá-lo, como o orgulho, a ira, a inveja, o ciúme, a dissimulação, a ambição e a necessidade neurótica de ser o centro das atenções. Esses vampiros costumam ser imperceptíveis aos hospedeiros, embora os destruam. Este impactante romance histórico-psiquiátrico mostra como esses vampiros se alojaram na mente de um poderoso político, um líder considerado incorruptível. O homem rejeita a ideia de estar doente até deparar-se com o misterioso H, o médico da humanidade. Para diagnosticar suas fraquezas, H o leva a viajar pela história e a conhecer a formação da personalidade do sociopata Hitler, a prática da guilhotina na Revolução Francesa, a negação de Pedro a Cristo, o julgamento de Sócrates. No decorrer dessas viagens incríveis, o líder fica assombrado ao descobrir que está sangrando pelos vampiros da corrupção. AUGUSTO CURY, psiquiatra e escritor publicado em dezenas de países, cujos romances estão ganhando as telas do cinema, cria neste livro um personagem capaz de emocionar e de desmontar as maiores convicções do leitor. Prepare-se para se surpreender.


                                                  

Título: O Homem mais inteligente da história

Ano: 2016

Autor: Augusto Cury

"O psiquiatra Marco Polo é um cientista respeitadíssimo, especialista no funcionamento da mente e autor do primeiro programa mundial de gestão da emoção. Quando vai a Jerusalém participar de uma reunião na ONU, é desafiado a estudar a inteligência do homem mais famoso da história: Jesus. Mas ele é um dos maiores ateus da atualidade e se recusa a fazê-lo. Todavia, a plateia de intelectuais o instiga a realizar essa empreitada. Depois de muita resistência, Marco Polo aceita o desafio. Monta uma mesa-redonda composta de brilhantes profissionais para analisar a mente de Jesus sob os ângulos da ciência e não da religião. Ele parte em uma jornada épica para saber se Jesus era um mestre em ter autocontrole, gerir sua emoção, trabalhar perdas e frustrações, libertar sua criatividade, contemplar o belo e formar pensadores. Marco Polo esperava encontrar um homem comum, sem grandes habilidades intelectuais, mas pouco a pouco fica abalado e conclui que a mente do personagem mais conhecido da humanidade permanece um mistério, inclusive para os bilhões de pessoas que o admiram. Tanto as universidades como as religiões falharam em não estudar o homem mais inteligente da história. Este romance é uma obra vital para a minha carreira. Fruto de 15 anos de estudos e pesquisas, é o primeiro volume de uma coleção que vai abalar nossas convicções." Dr. Augusto Cury, Jerusalém

                                                  



Título: A água e a galinha

Ano: 1997

Autor: Leonardo Boff


Cada um hospeda dentro de si uma águia. Sente-se portador de um projeto infinito. Quer romper os limites apertados de :eu arranjo existencial. Há movimentos na política, na educação e no processo de mundialização que pretendem reduzir-nos a simples galinhas, confinadas aos limites do terreiro. Como vamos dar asas à águia, ganhar altura, integrar também a galinha e sermos heróis de nossa própria saga? Este livro sugere caminhos, mostra uma direção e projeta um sonho promissor.

                                                  


Os títulos listados aqui fazem parte de nossa biblioteca, você jufrista pode solicitar o empréstimo através do email jufrafloripa@gmail.com e também sugerir títulos (pdf) ou disponibilizar os seus para empréstimo do grupo.

                                                  

Outros livros sobre São Francisco:


São Francisco de Assis, Ternura e Vigor, de Leonardo Boff, Vozes, Petrópolis, 2003.

Francisco atravessa séculos com sua vida inspirando vidas. Leonardo Boff, com sua alma franciscana, capta o melhor do Pobre de Assis e o aproxima de nós na Ternura e no Vigor.

Este é um livro que transmite um conhecimento especial: a espiritualidade e a afetividade, a profecia e o compromisso e qualificar que a vida e o humano não se separam! Mundo, convivilidade, amor, sensibilidade, cuidado, compaixão, humanidade, desejo, irmandade, estar junto com os pobres, integração, experiência do Sagrado, encarnação, masculino e feminino, eros e ágape, democracia cósmica, o universo interior reconciliado com o cosmo exterior, virtude, ascese, fraternidade, libertação que gera o belo e bom, o justo e o livre, a fé, uma Igreja  próxima e popular, seriedade evangélica e leveza de encanto, no dizer sejam bem-vindas todas as coisas, a irmã morte e as negatividades, a vida se qualifica por uma resposta clara ao Amor.

Tudo isto jorra nesta obra como uma cristalina fonte. Um encontro com a verdade feita na história, no coração paterno e materno de Francisco e no jeito irmão e mestre, simples e luminoso, poético e terapêutico, teológico, terno e vigoroso de Leonardo Boff.


Caminhos de interioridade com São Francisco de Assis, de Michel Hubault, Editorial Franciscana, Braga, 2008.

Michel Hubault é um religioso franciscano da Ordem dos Frades Menores, pregador, escritor, conferencista, publicou muitas obras sobre São Francisco. Na introdução da obra, ele faz uma pergunta: Que pode a espiritualidade franciscana oferecer ao nosso tempo? E compara os séculos XII e XIII aos tempos de hoje. O alvoroço constante e as mudanças aceleradas na sociedade. Em meio a tudo o rigor e as intuições de São Francisco em sua época e que servem de inspiração para a nossa época. O seu singular carisma, com efeito, foi o de ter conseguido conciliar as aspirações dos homens e mulheres do seu tempo com a Boa Nova do Evangelho.

Quando Francisco atinge a maioridade, a sociedade feudal está desmoronando e aparece o mercado. Do rural para a sociedade urbana. Há transformações dos modos de vida tradicionais. Riqueza muda de mãos: sai das mãos do senhor feudal e passa a ser dinheiro móvel, na compra e venda de bens. Tudo pode ser comprado: da mercadoria mais comum até um título de nobreza, uma esposa nobre e um benefício eclesiástico. Há lutas para se libertar da tutela dos nobres. Francisco de Assis participa desta luta. Os grupos começam a se organizar. Um ideal de fraternitas está no ar. Francisco abraça este ideal e o sublima, sabe que pode dar um sentido mais forte a toda transformação pessoal e social. Encontra-se com  o Cristo de São Damião e começa a ter consciência e prática de que a única revolução duradoura e proveitosa para a humanidade teria de se basear no Evangelho, pois só ele é capaz de inventar uma nova forma de viver. Francisco de Assis nunca deixará de apreciar o respeito pela liberdade e de mostrar simpatia pela audácia, pela novidade, pela fraternidade e pela mobilidade.

Francisco de Assis restaura a si mesmo, os valores, o modo de estar no mundo e inspira uma mudança na Igreja. A eclesiologia do século XIII é paradoxal: continua prisioneira de velhas estruturas feudais, está defasada, alheia à cultura emergente. Perde o contato com o povo, e os modelos de vida cristã que propõe não se adaptam às aspirações dos homens e mulheres deste tempo. Fervilham os movimentos penitenciais, grupos evangélicos e novas comunidades. Todos manifestam um sincero desejo de retorno ao Evangelho, relações mais fraternas, mais cordiais, menos hierárquicas. O século XIII foi o século do laicato. Não rompe com a Igreja, mas mostra um caminho de interioridade fundamentado na Boa Nova. Com isto permaneceu!



São Francisco de Assis, de Johannes Joergensen, Editora Vozes, Petrópolis, 1982.

Quem era o autor?  Joergensen,  escritor, biólogo, poeta lírico e autor de muitos ensaios, nasceu em 06 de novembro de 1866, em Svendborg, na Dinamarca e morreu no dia 29 de maio de 1956. Era protestante luterano e aderiu ao panteísmo romântico e ao darwinismo positivista, ao naturalismo e ao simbolismo impressionista.  Em 1898, aos 32 anos, passou para o catolicismo. Em 1913 era professor de Estética em Louvaine e professor no Instituto Católico de Paris. Morou em Assis por 35 anos. Buscava a verdade, a serenidade e a paz.  Ele se autodefiniu como Peregrino de Assis.

Escreveu a sua vida de São Francisco com muito sentimento e poesia, sempre harmonizando com a poética a sua busca pela verdade. Escreveu na sua língua natal e publicou pela primeira vez em Copenahage em 1907. Foi traduzida imediatamente em várias línguas, com centenas de edições e reimpressões. Identificou-se com Francisco como poeta e como convertido. No início de sua biografia coloca uma apresentação das Fontes, dando destaque a Tomás de Celano. Sua obra é original e destaca a poesia religiosa de Francisco de Assis.

No capítulo VIII descreve a presença de Jacoba de Settesoli no momento da morte de Francisco: “A primeira pessoa admitida junto ao cadáver de Francisco foi Jacoba. Toda chorosa, ela lançou-se de novo sobre o corpo de seu mestre, e cem vezes beijou as chagas das mãos e dos pés do extinto. Depois, juntamente com os frades, velou, durante a noite, ao lado do ataúde do falecido mestre, e , quando raiou a aurora do domingo seguinte, a discípula de Francisco sentiu que a sua resolução estava estabelecida: agora ela não mais partiria de Assis, e passaria o resto de sua vida nos lugares onde Francisco peregrinara e fizera as suas obras. Como o convento de São Damião, a casa de Jacoba em Assis, bem depressa houve de se tornar um lugar de reunião para os discípulos fiéis, e numerosas foram as esmolas que das mãos dela passaram para as mãos de Frei Leão, Frei Egídio e Frei Rufino”.


Uma das obras modernas impactantes e que inspirou outras obras e artigos, como por exemplo a Conspiração Franciscana,  temos esta: Francisco de Assis, O Santo Relutante,  de Donald Spoto, Objetiva, Rio de Janeiro,2003

O autor é doutor em Teologia pela Universidade Fordham, professor de Estudos da Religião, Literatura Bíblica , e grande escritor, com mais de 20 obras. Ele interessou-se por Francisco de Assis após ter pesquisado, entre biografias e artigos, as 1.575 obras escritas sobre São Francisco de Assis. Segundo ele, nenhum santo foi objeto de tanta atenção da parte de historiadores e biógrafos. Ele procura olhar Francisco além dos preconceitos modernos, e vê-lo como um italiano medieval com um entendimento muito específico da realidade. Tira o mito da ideia romântica sobre a era dos castelos e dos cavaleiros errantes, das damas medievais e da honra cavalheiresca.  A vida e o exemplo de Francisco possuem uma integridade que desafia nossos preconceitos sobre o que constitui uma vida de virtude, sem falar de uma forma respeitável de encarar a religião.

Donald Spoto realça a humanidade de Francisco de Assis e diz que ele não era um teórico da vida espiritual, jamais falava de Deus a não ser em termos de experiência, porque era testemunha de um Deus vivo e atuante. Ele deu ao mundo uma vida de simplicidade radical, desvinculada de quaisquer posses e, portanto, livre para seguir os acenos da graça e o caminho que leva a Deus, a qualquer momento e em qualquer lugar em que Deus o chamasse. Fé é uma atitude diante da realidade, e a conversão é obra constante de toda uma vida. Uma vida comovente e penitente. Por ter uma clara concepção da vida, de si mesmo e dos outros, Francisco podia compreender melhor quem era Deus.



Paul Sabatier começou a redigir  esta obra Vida de São Francisco de Assis, USF-IFAN, Bragança Paulista, 2006, em  1890 e trabalhou intensamente até 1893 na mesma. A obra foi lançada em Paris em 1984, e a primeira edição esgotou-se em pouco tempo e teve pedido de mais quatorze traduções. Alcançou um estrondoso sucesso em todas as nações da Europa. Tolstói o leu e fez traduzir para a língua russa.

Uma biografia histórica que se tornou um fenômeno literário. Em 1931 tinha quarenta e três edições em todas as línguas europeias. Obra plena de mística cristã, italiana e medieval. Por razões ideológicas de reação contra o autor que era um protestante calvinista e pastor, o livro foi parar no Index dos livros proibidos.

É a obra que dá um impulso para os estudos históricos críticos sobre Francisco de Assis; Paul Sabatier é o pai dos estudos críticos das Fontes Franciscanas. A Universidade São Francisco de Bragança Paulista a partir de seu Instituto Franciscano de Antropologia propiciou a primeira tradução em língua portuguesa.  Editora Vozes  está preparando uma nova edição desta mesma obra. Foram muitos anos sonhados na paciência da espera e na vontade de ter mais um subsídio fundamental para a compreensão do fenômeno humano e cristão chamado Francisco de Assis.

Não é apenas uma obra a mais sobre esse personagem santo e reformador, a respeito do qual já se escreveram obras  suficientes para formar uma biblioteca. Este livro, porém, é uma obra diferenciada, estimula nossa vontade de ler e vontade de ser. É muito bom ler Francisco; o mundo precisa de sua vida real e legendária para fortalecer sua criatividade, sua esperança, seus sonhos e sua fé. Francisco é um santo empenhado em recriar a vida. Para o povo, Francisco é um prolongamento do seu modo de ser, um ser natural e sobrenatural ao mesmo tempo. É muito bom ler Sabatier, autor de um pensamento diverso. Quem pensa diferente também recria um diálogo com o mundo, com a fé, com os valores cristãos, com a ética, com a história; e nos ensina a sermos mais  autênticos.


Muitas pessoas desconhecessem a Idade Média; outras pensam conhecer e emitem opiniões sem fundamentos, outras manifestam um grande interesse. O fato é que a Idade Média influencia as épocas da história com uma vitalidade invejável. Indico para quem se interessa um bom livro, uma bela síntese histórica, para a compreensão do período medieval: O Cristianismo na Idade Média, de Danilo Mondoni, SJ, Edições Loyola, 2014.

O autor diz que “sem a visão negativista do iluminismo - época das trevas – nem a exaltação unilateral do romantismo – a civilização cristã – esta obra tem por objetivo descrever e compreender os encadeamentos históricos que delinearam e caracterizaram a cristandade medieval, apresentando uma visão de conjunto de seu desenvolvimento, desde a fase inicial, caracterizada pela missão anglo-saxã e pela relação entre a Igreja e o reino dos francos, passando pelo ressurgimento da vida urbana no Ocidente e pela pretensão pontifícia de supremacia política e espiritual sobre a Europa, até as discrepâncias entre as exigências da Igreja e um mundo já em mudança, tentativas de reforma eclesial e formação de Igrejas nacionais, questionamento do princípio hierocrático pelo princípio da soberania do povo e pela teoria conciliar, secundados pelo humanismo e pela Renascença”.

Mas gostaria de citar o que diz a obra em referência a São Francisco de Assis, mostrando que a vida de Francisco significou uma reação religiosa contra os perigos e males da cultura urbana: a primazia do humano sobre o institucional, o desprezo das riquezas que coisificam o ser humano, o valor do simples e natural em face do artificialismo das necessidades de consumo, o despojamento de todo prestígio e toda hipocrisia para se voltar à verdade original, o amor à pobreza como fonte de liberdade interior, o amor a todo ser vivo e a paz entendida como amor positivo e universal a todos os irmãos e irmãs. Foi um louvor ao Senhor mediante suas criaturas – estas não são somente símbolos, mas realidades vivas, filhas de Deus. Francisco foi uma das pessoas mais abertas às alegrias da vida: cantou e exaltou todas as criaturas como transparência da glória e do amor de Deus.

Francisco de Assis é um dos santos mais amados, admirados, estudados e pesquisados. Escrevem-se muitas obras: livros, teses, ensaios, artigos, teatro, musicais, filmes e poemas sobre ele.  Muita gente pede indicações de livros sobre Francisco de Assis, por isso, farei uma série de indicações de obras referenciais sobre Francisco de Assis e seu movimento de amor evangélico que se transformou em três Ordens e todas as suas ramificações. Ele sempre será uma fonte de inspiração. E como dizia uma máxima acadêmica medieval: é preciso conhecer melhor, para amar mais.




Francisco fascina pela convergência de duas características na aparência contraditórias, mas não exclusivas uma de outra: a firmeza na indicação do próprio ideal e a flexibilidade em torná-lo presente nas circunstâncias concretas sem jamais desnaturar-lhe os elementos constitutivos fundamentais. Estas, por sua vez, acrescentavam aos aspectos psicológicos de seu caráter um aspecto não acessório de persuasividade concreta: a vontade de participar da marginalização era sincera, real, vivida não no fechamento de um eremitério ou entre os muros de um mosteiro, mas entre o povo, nas ruas, no colóquio entre as pessoas. Estas são palavras da apresentação da obra São Francisco, de Raoul Manselli, Vozes-CFFB, Petrópolis, 1997. O autor, Raoul Manselli, é um especialista em história da Idade Média, professor na Universidade de Roma, escritor conceituado em matéria de Franciscanismo.


O fascínio de Francisco de Assis estendeu-se sobre pensadores, filósofos e historiadores. Muitos o sentem em forma de impulso ao pesquisar e escrever sobre Francisco, não só contemplando o aspecto da santidade, mas particularmente o da personalidade humana em sua breve existência. Esta obra apresenta Francisco como personalidade histórica em toda a sua grandeza. Uma estreita ligação entre o homem Francisco e o se tempo, entre Francisco e seus irmãos em uma Igreja perpassada por profundas inquietações. Deixa emergir uma personalidade coerente e sobressair uma religiosidade nova que se nutre tanto dos sentimentos e da vida popular quanto da mais autêntica espiritualidade litúrgica.


O grande valor desta biografia reside no fato de o autor levar em conta não só as fontes biográficas do século XIII, mas também as pesquisas históricas desenvolvidas especialmente a partir do final do século passado. O próprio autor diz que, através de uma exposição crítica, mostra a relação entre um homem e a realidade religiosa, política e social que o circunda, para compreender e atingir o motivo central inspirador da sua vida e da sua ação que operam no interior daquela realidade para modificá-la e renová-la à luz de um modelo revivido numa imediatez global, o modelo oferecido por Jesus Cristo no Evangelho.

Livros Livros Reviewed by Juventude Franciscana Florianópolis on 2.7.17 Rating: 5

Nenhum comentário:

Deixe aqui o seu comentário! A Juventude Franciscana alegre-se em receber sua mensagem! Gratidão! Paz e Bem.

Jéssica Pires